Avançar para o conteúdo

Regulamento

1. Enquadramento

1.1. A Marmostra nasceu como uma mostra de curtas-metragens que se afirmava como um espaço que viaja pelo mar entre uma mostra contemporânea e uma retrospetiva histórica. Após quatro edições de sucesso e com a exibição de mais de 300 curtas-metragens, nacionais e internacionais, a Marmostra na sua 5ª edição tornou-se em Festival Internacional de Cinema.

1.2. O festival é idealizado e organizado por amantes do cinema e pretende dar visibilidade às diferentes produções nacionais e internacionais, nos seus diferentes registos técnicos e temáticos.

1.3. A Marmostra é uma iniciativa da Associação de Moradores da Praia da Tocha, com o apoio da Câmara Municipal de Cantanhede e Junta de Freguesia da Tocha.

2. Objetivos

2.1 A Marmostra tem como finalidade o convívio, troca de experiências e divulgação dos trabalhos e dos respetivos autores, bem como proporcionar o acesso à cultura cinematográfica Portuguesa e Internacional.

3. Condições de participação

3.1 São admitidos na Marmostra curtas-metragens de documentário, ficção e animação, tendo como temas:

– Mar;
– Ambiente;
– Tradições;
– Biografia.

Para além destes temas, esta 5ª edição terá um dia destinado a curtas-metragens realizadas por jovens até aos 15 anos, com o tema Mar, designada “Marmostra Júnior”.

3.2 Não há limite para o número de obras que cada realizador pode apresentar, sendo a inscrição feita individualmente.

3.3 As curtas-metragens não devem ter uma duração superior a 30 minutos;

3.4. Não serão aceites obras já inscritas e/ou selecionadas em edições anteriores.

3.5. O responsável pela inscrição da obra, deve indicar obrigatoriamente o tema a que a concorre.

3.7 AS OBRAS A APRESENTAR DEVEM SER FALADAS OU LEGENDADAS EM PORTUGUÊS, caso contrário não serão consideradas para seleção..

4. Inscrição

4.1 A inscrição é gratuita;
4.2 As inscrições decorrem obrigatoriamente através da plataforma FilmFreeway em: https://filmfreeway.com/marmostrafilmfestival
4.3 Para que a inscrição seja válida, o participante deve deixar a obra disponível para download na plataforma FilmfreeWay;
4.4 O participante deve ter em conta o ponto 3.7 em conta para a inscrição;
4.5 As inscrições terminam a 10 de junho de 2022;
4.6 Devem ser entregues, juntamente com as obras, os seguintes elementos:
– Sinopse da curta-metragem (Português ou Inglês);
– Trailer ou excerto da curta-metragem até 2 minutos de duração;
– Fotografia do Realizador;
– Fotografias do Filme e/ou cenas sem grafismos;
– Poster do filme;
– Link com as Redes Sociais do realizador (Instagram ou Facebook);
4.7 A inscrição na Marmostra pressupõe o conhecimento e aceitação integral dos termos e condições do seu regulamento, reservando-se a organização o direito de recusar qualquer obra que não cumpra o estipulado;
4.8 Ao apresentar um trabalho, o/a participante garante que o mesmo é integralmente da sua autoria, não infringindo quaisquer direitos de autor conexos, ou direitos de propriedade de terceiros.

5. Seleção de filmes

5.1 A seleção de obras a serem exibidas na Marmostra será feita por um júri designado pela organização;

5.2 A organização da Marmostra reserva o direito de ponderar e decidir sobre qualquer questão omissa neste regulamento;

5.3 A Marmostra poderá ter extensões, não sendo necessária autorização dos autores, para a exibição das obras nos referidos eventos.

5.4 Todos os trabalhos participantes, sejam ou não selecionados, integrarão o Arquivo de Filmes da Associação de Moradores da Praia da Tocha, que nunca os utilizará com fins lucrativos. As obras selecionadas passarão a fazer parte do canal de Youtube da Marmostra, com os devidos direitos dos autores e estarão disponíveis para visionamento no website da Marmostra após o festival. Para qualquer outro tipo de divulgação será pedida autorização ao proprietário dos direitos;

6. Prémios

6.1 As curtas-metragens selecionadas concorrem para os seguintes prémios para cada um dos quatro temas em competição:

1º Prémio – 300€ (trezentos euros)
2º Prémio – 150€ (cento e cinquenta euros)
3º Prémio – Menção Honrosa com oferta de lembrança.

6.2 Para a Marmostra Júnior haverá um prémio de 100€ (cem euros) para a curta-metragem vencedora e uma lembrança para todos os participantes cujas curtas sejam selecionadas.

6.3 A todos os participantes selecionados será emitido um certificado.

Marmostra, 2022

Júris

Para cada categoria, foi convidado um Júri responsável por selecionar as melhores curtas metragens a irem a competição.

Tradições

Catarina Almeida

Catarina Duarte Almeida nasceu na Beira Alta em 1995 e depressa se viu assombrada por todo e qualquer género literário. Apesar de ter lido vários manuais de Direito, o Guia Prático para o Herói das Mil Faces é o seu livro de bolso. Escreve híbridos entre o guião cinematográfico e a prosa tradicional desde 2011, ano em que foi premiada com o XIII Prémio Literário Manuel Maria Barbosa du Bocage, na categoria Revelação. Aprendiz do argumentista Virgílio Almeida, colabora actualmente noprograma OST da Rádio Universidade de Coimbra, dedicado às bandas sonoras da sétima arte.

Mar

Rafael
Gomes

Rafael Gomes, nasce na Germânia e emigra novo para o país Lusitano que lhe calou imensas memórias da língua nórdica. Desde cedo descobriu o seu amor em palavras. Palavra que se lê, que se ouve, que se vê. Mas essencialmente, palavra que se sente. De fome insaciável por conhecimento, embarcou em áreas que ondulam pela dactilografia à cinematografia.
Licenciou-se em Comunicação e Multimédia, onde se focou na área audiovisual, alimentando a gula da criação, escrevendo, realizando e editando curtas-metragens, campanhas, publicidades e videoclipes. Na escrita navegou por entre crónicas, artigos, poesia e ainda em textos na arte do riso que pouco fizeram alguém rir. Descobrindo que aquilo que lhe dava alento era criar e contar histórias. 

Ambiente

Nélson
Assunção

Nelson Assunção nasce no Canadá, mas cedo veio morar para Portugal, mais propriamente na cidade de Cantanhede, no distrito de Coimbra. Concluiu os estudos em Engenharia Química pela Universidade de Coimbra em 2019. O seu namoro com o cinema começou desde muito novo, vendo repetidas vezes os seus filmes da Disney ainda em VHS – namoro esse que continua até hoje.

Biografia

Tiago
Cerveira

Tiago Cerveira é licenciado em Comunicação Social. Foi jornalista, como repórter de imagem, durante cinco anos e é atualmente freelancer na área de vídeo e fotografia. Natural da aldeia Travanca de Lagos, no concelho de Oliveira do Hospital, tem procurado documentar o património imaterial e material do Portugal rural, no projeto “O Meio e a Gente”. Realizador de vários documentários de natureza e cultura rural exibidos e premiados em festivais de cinema nacionais e internacionais. Já mostrou o seu trabalho em várias exposições colectivas e individuais. Conta com várias publicações em órgãos de comunicação nacionais e internacionais.